Como fazer para uma pequena empresa crescer em meio à crise - Triplos

Detalhe do blog

Home-Blog-Como fazer para uma pequena empresa crescer em meio à crise
como fazer uma pequena empresa crescer em meio à crise com triplos tecnologia em são carlos

Como fazer para uma pequena empresa crescer em meio à crise

Compartilhe:

Um dos grandes problemas em gerenciar uma pequena empresa, definitivamente está na gestão durante crises. Seja ela interna, seja ela externa, o desdobramento deve vir por parte do gestor.

Esse desdobramento que falamos está em técnicas, inovações e, acima de tudo, destreza para contornar os problemas acometidos.

Ou seja, basicamente, o gestor deve ser um controlador das crises. Em uma micro ou pequena empresa ele é ainda mais necessário para que o crescimento, apesar da crise, ocorra.

Exatamente por isso não se pode colocar os pés pelas mãos. Expandir nem sempre é sinônimo de crescimento. E, em grande parte dos casos, estabilidade e padrão são seus reais sinônimos, sobretudo em meio à crise.

Crescimento da pequena empresa, apesar da crise

A pressa é a inimiga da perfeição. Quem nunca ouviu essa frase? Tornou-se um verdadeiro jargão popular, e isso não foi à toa.

Há uma realidade por trás dessa frase que poucos conseguem realmente perceber. Significa que crescer nada tem a ver com riqueza rapidamente acumulada ou expansão em pequena ou larga escala.

Às vezes (e isso é em grande parte dos casos) crescimento está relacionado diretamente com a estabilidade. Um padrão observado é mais importante do que crescimento esporádico.

Afinal, em meio à crise, é impossível imaginar cenários ou vislumbrar prospecções. Por essa razão, vale a pena, inclusive, terminar com outro jargão popular: vale mais um pássaro na mão do que dois voando.

Dicas para crescer a empresa em meio à crise

Agora que já temos a exata noção de que crescimento pode estar diretamente relacionado à estabilidade, notemos como a gestão em meio à crise torna-se fundamental para alcançar essa estabilidade.

De modo a garantir a conquista desse crescimento, separamos algumas dicas pontuais que podem ser fundamentais. Confira!

Desenvolvimento do cliente

O trabalho com desenvolvimento do cliente deve ser sempre valorizado. Realizar pesquisas informais, saber exatamente as expectativas e alinhar a qualidade do produto/serviço ao que o cliente espera dele.

Quando o empresário sabe exatamente o que o cliente espera do seu produto, é muito mais prático desenvolvê-lo. Assim, o produto é preparado a partir das necessidades da clientela.

Use, abuse e não se intimide com a internet

A internet é fundamental atualmente. Já passou a época em que ela era dispensável ou ainda segunda opção. Não! Ela é uma primeira opção, e é viável para facilitar o trabalho.

Ter presença no meio online é indispensável. Marketing Digital, contato com clientes, fornecedores e assim por diante. Não perca essa chance!

Parceria para crescer junto

Quando se é uma pequena empresa não se deve olhar para os demais “concorrentes” como concorrência. Deve-se olhá-los como parceiros.

Sem que exista uma união, as disputas permanecerão em mercados menores. Por isso, uma boa relação com essa dita concorrência é a melhor opção. Criar parcerias, networking e desenvolver o contato.

Encontrar o equilíbrio financeiro

Equilíbrio financeiro é a base da construção de qualquer empresa em desenvolvimento. Lembra que a pressa é a inimiga da perfeição? Então não se apresse para alcançar esse equilíbrio.

Trabalhar com pequenas metas e alcançar o equilíbrio é primeira etapa. Após isso, novas metas podem ser priorizadas.

Rentabilidade deve ser meta acima da expansão

Encontrou o equilíbrio financeiro? Concentre-se na rentabilidade acima da expansão. Não é porque a empresa cresceu no rendimento que ela merece uma expansão.

Antes valorizar o que já foi construído do que começar algo do zero. Sem pressa, tudo vai fluir!

Satisfação do cliente é parte imprescindível para pequena empresa crescer

Quando se está em meio à crise, é importante lembrar que há clientes. Caso o foco desde o início seja a satisfação do cliente, a crise será só uma brisa passageira.

Isso porque, quando cria-se essa relação, as vendas seguirão ocorrendo. Afinal, se o produto/serviço for de qualidade, os clientes fiéis seguirão pagando pela qualidade, independentemente do preço.

E é a partir deles que qualquer crise, seja ela externa ou interna, é contornada. A partir da estabilidade, relação direta com o cliente e paciência que o crescimento é atingido naturalmente na pequena empresa.

Gostou do artigo? Deixe um comentário!
Leia também o nosso sobre: 5 coisas que você não sabia sobre ERP – Triplos Tecnologia

Compartilhe:

Deixe o seu Comentário